6 dicas para ler a Bíblia de modo animado

Sei que ler a Bíblia nem sempre é uma tarefa que cumprimos com rigor. Falta de tempo, falta de vontade, falta de entendimento e outras tantas faltas.

Mas… tem que ler.

Lendo a Bíblia nesses últimos 40 anos, ensinando a ler a Bíblia nos últimos 35 anos e lendo sobre a Bíblia em livros e revistas, aqui vão algumas dicas em como melhorar a sua leitura do livro sagrado. Posto abaixo sem ordem de importância:

1. O que esse texto ensina sobre Deus, Jesus ou Espírito Santo?

2. O que esse texto ensina sobre o nome mencionado? Exemplo: Paulo, Moisés, Maria, etc.

3. O que esse texto fala a sobre mim? A situação que estou vivendo? Os desafios que estou enfrentando?

4. O que esse texto mostra a respeito de alguma ação que eu preciso realizar, alguma coisa para fazer, mudar ou continuar do mesmo jeito. Por exemplo: Preciso perdoar alguém? Preciso restituir alguma coisa?

5. O que esse texto mostra em relação às promessas de Deus? Veja se tem promessas descritas e como elas se aplicam à sua vida.

6. O que esse texto ensina que eu preciso buscar mais informações? Por exemplo: Rm 12.1: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional”. O que é culto racional? Procure no Google ou outro lugar o que significa isso.

Ao ler a Bíblia procure ter um sequência dos textos lidos. Pode ler um livro todo da Bíblia ou até mesmo a leitura da Bíblia toda. Sugiro que se você tem vontade de ler a Bíblia toda, faça a leitura cronológica. Ela ajuda a entender melhor os eventos bíblicos. A leitura que começa em Gênesis e termina no Apocalipse não ajuda pois os eventos não estão na ordem dos livros. Veja esse modelo de leitura cronológica. Obs. Não precisa esperar Janeiro para começar e não precisa também ser em um ano. Plano cronológico.

Ajuda também ter um caderno para anotar suas observações, dúvidas e pesquisas. Leia outras versões para melhorar o entendimento do texto.

Ah! e se eu não tenho vontade de ler a Bíblia?

Leia sem vontade que a vontade aparece.

Antonio Carlos Barro
www.ftsa.edu.br

9 sugestões para melhorar o louvor da igreja

Depois que as igrejas se livraram dos velhos hinos e incluíram somente os cânticos em seu momento de louvor o culto nunca mais foi o mesmo. Mudou tudo e hoje o louvor é ou tem sido a parte mais importante no culto.

As igrejas tem mais ou menos o mesmo tipo de culto. Uma leitura bíblica, uma oração e já passa para o louvor de mais ou menos uma hora de duração. Todo mundo em pé (no Brasil é pecado cantar sentado), batendo palmas, sacudindo o tronco. Mãos levantadas, olhos fechados, lágrimas, glórias e aleluias.

Mesmo sabendo que não vai mudar nada, aqui vão algumas dicas para os pastores e ministros de louvor.

1. Se possível escolher as músicas de acordo com o tema do sermão.

– muitas vezes, é verdade, o pastor nem sabe o que vai pregar até meia hora antes do culto, mas se o ministro de louvor insistir, quem sabe o pastor fica sem graça e começa a preparar antes. Essa dissintonia é vista todos os domingos. O pastor prega sobre a travessia do mar vermelho e as músicas sobre a segunda vinda de Cristo.

2. Se possível escolha umas quatro musicas. Comece com as mais agitadas e termine com as mais lentas.

– ao passar a palavra para o pastor, que a sua última musica não seja do tipo “vem com Josué lutar em Jericó”. Até o povo se acalmar para ouvir a mensagem demora meia hora.

3. Se possível não repita a música 10 vezes. Duas vezes é o suficiente.

– algumas músicas adquirem o tom de mantra. Repete tantas vezes que irrita os mais racionais e mais velhos. O louvor não é um mantra indiano.

4. Se possível não feche os olhos durante as músicas.

– quase todas as pessoas no palco cantam com os olhos fechados. Que coisa mais absurda. Os membros da banda parecem que entram em Alfa e fecham os olhos, levantam as mãos, choram, etc. O pessoal do louvor não entende que o canto é comunitário e não individual. Eles estão ministrando para o povo. Abra os olhos! Veja o que está acontecendo. Note se alguém não está cantando (não para perturbar a pessoa, mas para depois abordá-la oferecendo ajuda). Imagine se eu como pregador pregasse com os olhos fechados o meu sermão!

5. Se possível não pregue entre as musicas.

– Entre uma musica e outra tem aquele sermãozinho. Um monte de palavras que não fazem sentido ou a repetição do que a musica vai falar. Ministro de louvor é pra ministrar louvor, deixe a pregação com o pastor. Cante umas três musicas e antes de cantar a última, faça uma oração.

6. Se possível ao terminar o louvor não vá para fora do templo.

– músicos gostam de cantar ou tocar, ouvir o sermão nem sempre. É deselegante você “sumir” e “aparecer” depois do louvor.

7. Se possível ensaiar antes do culto.

– É duro chegar para o culto e ver a banda ainda ensaiando. Falta de compromisso.

8. Se possível deixe o Espírito Santo agir.

– não fique com palavras de ordens tipo “vocês não estão animados”, “vocês precisam soltar as vozes”, “vocês não jantaram hoje”. Irritante.

9. Se possível coloque um hino para “agradar” os crentes mais velhos.

– o louvor é comunitário e na igreja tem jovens e velhos. Alias, são os velhos que dão dízimo para comprar os instrumentos da banda. Pense nisso!

Tem mais coisas, mas vou deixar espaço para você contribuir em como o louvor pode ser melhorado em sua igreja.

Antonio C Barro

www.ftsa.edu.br

O martírio de Estevão e a intolerância religiosa

Olhe para essa pintura – O Martírio de Estevão, de Annibale Carracci (1560-16090.

Essa imagem deve ter acompanhado o Apóstolo Paulo durante toda a sua vida. Por muitas vezes ele deve ter-se recordado do barulho das pedras no corpo do Estevão, seus gemidos e gritos de dores.

Ouviu ainda as palavras de perdão – para sua surpresa e de muitos.

Somos também intolerantes com aqueles que pensam diferente de nós? Qual é a nossa reação quando as pessoas divergem das nossas ideias?

Escreva um comentário sobre o que nessa pintura lhe chama a atenção.

Stoning of Stephen 2

10 coisas que pastores não gostam sobre o pastorado

Autor Thom S. Rainer lista 10 coisas que atormentam a vida de qualquer pastor. Naturalmente, ele está escrevendo desde o seu contexto norte-americano. Aqui no Brasil, quais seriam as coisas que os pastores não gostam a respeito do pastorado?

Veja a lista original do americano. Entre no site e escreva a sua opinião.

10. Tratar com as finanças da igreja (nem todos, é verdade)
9. Casamento
8. Fazer os avisos durante o culto
7. Críticos persistentes
6. Críticas anônimas
5. Aconselhamento pastoral
4. Quando tratam a esposa como sendo funcionária da igreja
3. Amigos que não apoiam o pastor publicamente
2. Funerais de não crentes
1. Reuniões de diretoria/conselho.

Quantas coisas!

Eu acrescento:

1. Reunião de oração interminável
2. Ligação de crente para falar nada com nada na hora do jogo do São Paulo
3. Crente me esperando na porta da igreja antes do culto pra contar algum problema que eu não posso fazer nada naquela hora
3. Aguentar as “pregações” durante o louvor
5. Tratar meus filhos com desigualdade por serem filhos do pastor.

Antonio Carlos Barro
www.ftsa.edu.br

5 passos para você entender o que o seu pastor prega

O louvor está a todo vapor. Todo mundo em pé cantando, gritando, soltando glórias e aleluias. Como o louvor liberta as emoções!

Terminado o louvor o povo se assenta. Alguns avisos aqui, um recolhimento de dízimo ali, outras coisinhas pra lá, outras pra cá e pronto – o sermão.

Nessa hora, em geral, o animo se arrefece. A turma do louvor foi beber água, a criançada foi pra salinha. Agora é o pastor e o povo.

A maioria do povo agora se acalma e começa a pensar na vida. É uma conta para pagar na segunda, o dentista da menina, comprar novos uniformes da escola, levar o carro para a revisão, chamar a mãe para pegar a receita de bolo da vovó, ligar para a farmácia, etc.

Enquanto isso pastor vai pregando…

Da minha experiência como pregador e ouvinte, aqui vão algumas dicas para melhorar o seu ouvir:

  1. Abra a Bíblia no texto indicado, não a feche depois da leitura e siga atentamente o desenvolvimento do sermão.
  2. Faça anotações dos pontos principais e dos termos que você não entendeu para depois procurar no Google com mais calma.
  3. Concentre-se no pregador. Desligue do que está acontecendo ao seu redor. Se quiser, feche os olhos para concentrar melhor.
  4. Siga mentalmente o que o pastor está pregando e vai memorizando os pontos principais. Exemplo: No primeiro ponto o pastor disse que Deus é amor, agora que Deus é bondoso.
  5. Tire algumas lições para colocar em prática. O que o sermão pediu de você? Como você pode fazer isso durante a semana?

Se os pastores preparassem melhor seus sermões, certamente que isso ajudaria o crente a entender melhor a palavra de Deus.

Antonio Carlos Barro

O que é a vida?

Tiago faz uma pergunta simples e intrigante na sua pequena carta: Porque, que é a vossa vida?

O que é a vida?

Num site de astronomia li o seguinte: “Perante ele [universo] somos um grão de poeira no deserto. Mesmo um grão de poeira talvez esteja superdimensionado”.

Comecei a ler sobre essa pergunta nos sites e a conclusão a que se chega é essa: “Encontrar uma boa definição para a vida pode não ser tão importante, diz o astrobiólogo Chris McKay, da NASA. É muito melhor ter uma idéia do que a vida é feita”.

Assim sendo podemos ficar com a resposta do próprio Tiago: “É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece”. Tiago 4:14

Vivemos no meio da eternidade. Num ponto da eternidade aconteceu um parêntesis e eu e você nascemos. Esse parêntesis vai se estreitando até que a vida desaparece. É rápido. Um átomo de segundo e já era.

Assim sendo, e você e eu já ouvimos isso mil vezes, prioriza suas coisas, suas atividades, seus desejos e vontades. Não viver debaixo da tirania do momento ou das modas opressoras.

É rápido. Quando você pisca achando que ainda tem tempo, já chegou.

Antonio Carlos Barro

Saber idiota também é cultura: Como os mosquitos escolhem suas vitimas

De acordo com o relatório do Smithsonian os mosquitos não escolhem suas vítimas aleatoriamente. Existe uma hierarquia quando é para decidir qual sangue chupar.

Veja a lista:

– Pessoas com sangue tipo “O”
– Quem usa cores berrantes
– Grande quantidade de bactéria na pele
– Gravidas

Os mosquitos gostam mais dos adultos do que das crianças por exalarem mais dióxido de carbono, que os mosquitos gostam bastante.

Pelo sim, pelo não, acenda uma vela de citronela.

5 passos para eliminar a sua desmotivação com a igreja

Reportagem do UOL sobre a desmotivação no emprego.

Achei interessante e logo pensei no crente desmotivado. Li a reportagem com o crente e a igreja em perspectiva.

Faço aqui uma paráfrase do artigo.

De acordo com Alexandre Rangel, o primeiro sintoma de desmotivação é a falta de comprometimento com prazos, horários, participação em reuniões, silêncio e ausência de ideias.

Isso se aplica perfeitamente ao crente que entra na igreja mudo e sai calado. Envolvimento zero com a comunidade. Não participa de nada e não vê a hora do culto terminar pra sair pra verdadeira alegria que vida oferece: bares, baladas, etc.

Para manter-se motivado com a igreja aqui vai a dica:

1. Esteja sempre disposto a encarar desafios pessoais e comunitários;

2. Se envolva com a missão da igreja;

3. Mantenha-se em comunhão com os demais membros da comunidade;

4. Ajude a solucionar os problemas e não criar novos;

5. Foque na solução dos problemas e não nos problemas ou nas pessoas que causam problemas.

Se você ainda estiver desmotivado depois desse exercício, procure outra igreja. É o que todo mundo faz e você não será nem o primeiro e nem o último.

Mudar faz bem.

Dignidade

Em seu livro O que realmente importa? Anderson Cavalcante narra  a história do vendedor de rosas:

O vendedor entra no restaurante e aborda um casal numa mesa:

– O senhor gostaria de presentear essa bela moça com esta linda rosa?

Meio sem jeito, o rapaz pergunta:

– Quanto custa?

– Meu jovem rapaz, esta rosa não tem preço, tem valor. De quanto você acha que vale! – diz o vendedor.

E assim ele segue vendendo rosas para muitos homens apaixonados, que, para demonstrar sua generosidade, sacam da carteira notas de 10, 20, 50 e até de 100 reais.

Conclui o autor: “Dignidade não tem preço, e sim valor, com quanto você acha que realmente vale”.

Você anda em baixa ultimamente? Pense no quanto você vale para o seu Criador!

Estilo de vida

Sempre preciso, John Stott vai na jugular quando afirma:

“Todos os cristãos dizem ter recebido de Jesus Cristo uma nova vida. Mas qual o estilo de vida certo?”

É meu caro Stott é ai que a coisa pega para todos nós. O contexto do evangelho no N.T. é tão distante do nosso como a Terra é do sol. São duas realidades tão distintas que as coisas não batem, não dão liga.

A maioria de nós vive então na esquizofrenia possível. Lemos, entendemos e pregamos tudo o que diz o N.T., e ao mesmo tempo sublimamos tudo. Ou é isso ou é aquilo.

O que você pensa do estilo de vida dos cristãos?