Voluntários na igreja

Se você conversar com os crentes…
Vai perceber que tem muitas coisas que os líderes precisam prestar mais atenção.
Uma delas é a situação dos voluntários. Inúmeras pessoas doam tempo, dons e talentos para o serviço da igreja.
São pessoas que passam anos ensinando na Escola Dominical, cantando no coral/louvor, guardando carros na rua, administrando, fazendo almoços/jantares, consertando coisas quebradas etc.
Crentes que se entregam de corpo, coração e alma.
Os pastores precisam entender que essas pessoas precisam de descanso. Participar de um culto. Incentivar outros, treinar mais gente é uma tarefa urgente.
Mas ocorre o contrário. Esses voluntários, além de seus ministérios, tem que frequentar incontáveis reuniões, participar de dezenas de atividades e se usa como “motivação” para isso o belo chavão: “Vocês tem que participar porque são líderes”.
Ou seja, o líder “inventa” programas e como tem medo que o povo não irá participar, coloca o fardo para os voluntários.
Se o líder cansa, o povo também cansa.
Reavalie a maneira como você trata os seus voluntários! Essas pessoas são preciosas.
Abraços
Antonio C Barro

12 passos para ter um culto antropocêntrico

1. Escolha as músicas que o povo gosta de cantar
2. Use chavões
3. Imposte a voz para parecer ungido
4. Pregue o que Deus revelar na hora para você
5. Faça o povo chorar
6. Comece o culto atrasado para dar tempo aos atrasados
7. Use a tecnologia mais avançada
8. Ar condicionado para ninguém passar calor
9. Testemunhos a favor da prosperidade
10. Banda com músicos profissionais
11. 
Use linguagem que parece espiritual
12. Não pregue contra nenhum tipo de pecado.

Outras sugestões?

Antonio Carlos Barro
www.ftsa.edu.br

5 passos para você entender o que o seu pastor prega

O louvor está a todo vapor. Todo mundo em pé cantando, gritando, soltando glórias e aleluias. Como o louvor liberta as emoções!

Terminado o louvor o povo se assenta. Alguns avisos aqui, um recolhimento de dízimo ali, outras coisinhas pra lá, outras pra cá e pronto – o sermão.

Nessa hora, em geral, o animo se arrefece. A turma do louvor foi beber água, a criançada foi pra salinha. Agora é o pastor e o povo.

A maioria do povo agora se acalma e começa a pensar na vida. É uma conta para pagar na segunda, o dentista da menina, comprar novos uniformes da escola, levar o carro para a revisão, chamar a mãe para pegar a receita de bolo da vovó, ligar para a farmácia, etc.

Enquanto isso pastor vai pregando…

Da minha experiência como pregador e ouvinte, aqui vão algumas dicas para melhorar o seu ouvir:

  1. Abra a Bíblia no texto indicado, não a feche depois da leitura e siga atentamente o desenvolvimento do sermão.
  2. Faça anotações dos pontos principais e dos termos que você não entendeu para depois procurar no Google com mais calma.
  3. Concentre-se no pregador. Desligue do que está acontecendo ao seu redor. Se quiser, feche os olhos para concentrar melhor.
  4. Siga mentalmente o que o pastor está pregando e vai memorizando os pontos principais. Exemplo: No primeiro ponto o pastor disse que Deus é amor, agora que Deus é bondoso.
  5. Tire algumas lições para colocar em prática. O que o sermão pediu de você? Como você pode fazer isso durante a semana?

Se os pastores preparassem melhor seus sermões, certamente que isso ajudaria o crente a entender melhor a palavra de Deus.

Antonio Carlos Barro

Breves reflexões sobre o sofrimento

No cap. 16 de Atos temos a narrativa da viagem de Paulo e seus amigos para a Macedônia, quando entra na cidade de Filipos. Ali, por causa, do exorcismo que realiza na jovem que era oprimida pelos seus senhores, ele e Silas são lançadas no mais profundo da cadeia.
Açoitado com varas flexíveis que deixam neles vergões profundos, são ainda acorrentados a tocos. Paulo e Silas não ensinam algumas lições:

1. Orar
É sempre bom orar, abrir o coração diante de Deus, falar com ele, pedir ajuda e livramento. Orar transforma nossas vidas, muda nossos pensamentos e nos molda aos desejos e vontades de Deus.
2. Louvar
Eles mudam o foco e louvam a Deus a despeito dos sofrimentos. O louvor faz bem para a alma e acalma o coração. O louvor liberta.
3. Esperar
Deus pode fazer o que ninguém pode. No fundo daquela cadeia ninguém poderia fazer alguma coisa por eles. O carcereiro dormia, eles foram tomados por judeus. Um milagre acontece. O milagre é a intervenção sobrenatural de Deus sobre o mundo natural dos humanos.
4. Abençoar
O carcereiro quer matar-se. Está com medo das autoridades ou até mesmo de outro terremoto. Seu pedido de ajuda é a respeito de como salvar sua vida. Paulo o abençoa com palavras de vida eterna. Muitas vezes, no meio do sofrimento há de aparecer uma oportunidade para abençoar até mesmo os algozes e malfeitores.
5. Receber
Algumas vezes Deus permite que alguma reparação seja feita. As autoridades tiveram que pedir desculpas a Paulo e clamar por suas vidas. Na maioria das vezes a injustiça segue sem nenhuma punição, mas algumas vezes ela é feita.

Após esse incidente Paulo seguiu com sua vida e ministério. Mais tarde, preso em Roma, ele é abençoado por essa igreja que nasceu no meio do sofrimento.

Deus é bom.

Antonio Carlos Barro