Você quer ser útil dentro do templo?

A igreja, algumas vezes…
É uma coisa tão complicada que pode levar você ao desnorteamento.
– O que é que eu posso fazer na igreja?
– Em que lugar eu posso desenvolver meus dons e talentos?
– Quando vão me chamar para fazer alguma coisa?
E você fica esperando, esperando. Normalmente, não acontece nada. Anote ai NADA.
Atente para algo que é muito importante: Dentro do templo (que a gente chama de igreja) não tem muito o que fazer. Você pode ajudar dando aulas, cantando, pregando, auxiliando os diáconos… Fora isso, o que é que tem para fazer dentro do templo?
A missão principal de cada um de nós não é dentro, mas sim fora do templo. Em outras palavras, como já disse um Sábio no passado: o campo é o mundo.
No mundo você tem o seu espaço. Ninguém precisa pedir nada a você. Você não precisa de autorização.
No templo “os caras” brilham. No mundo, você é que é a estrela.
No templo “os caras” vão no palco para falar/cantar a uns poucos. No mundo, o palco é todo para você ser a carta de Cristo.
Deu para perceber? Se você ficar esperando ser útil no templo é possível que seu sal perca o sabor.
Acorda!
ACBarro

A igreja é missionária ou não é igreja

Certa vez, passando em frente a uma igreja católica, li a seguinte frase: “Cada batizado, um missionário”.
Fantástico!
Falta esse entendimento para a grande maioria dos líderes (sic) evangélicos e em especial para os membros das igrejas. Quando se ouve a frase “missionária” treme-se na espinha, contorce-se até a alma. Nos dias atuais ninguém ou quase ninguém está interessado no assunto.
Todavia, quando usamos o termo missionário não estamos pensando naquela ação de enviar alguém para uma terra distante com o fim de pregar o evangelho. Foi assim que fomos educados na igreja e agora é difícil pensar de outra forma.
O termo “igreja missionária” significa simplesmente que ela é em sua essência uma igreja de Deus enviada ao mundo. Toda a igreja é enviada. A igreja está em missão o tempo todo. Se ela deixa de ser missionária ela perde a sua essência, a sua razão de ser, de existir. Em outras palavras, nada justifica chamar a igreja de povo de Deus se ela perdeu a sua vocação em direção ao mundo.
Bonhoeffer disse: “A igreja existe para a humanidade no sentido de ser o corpo espiritual de Cristo e – a semelhança de Jesus – é enviada como serva”.
A arena da missão é o mundo e não o palco dos templos.
ACB